Notícias

Notícias

Estrutura da produção brasileira de ovos de galinha segundo a finalidade: consumo ou incubação

26/03/2021

Os dados do IBGE relativos ao quarto trimestre de 2020 (mas aplicáveis sem grandes alterações à totalidade do ano) apontam que, atendendo ao parâmetro básico estabelecido (estabelecimentos com, no mínimo, 10 mil poedeiras comerciais ou reprodutoras) participaram do levantamento 1.881 granjas produtoras.

Desse total, cerca de 55% delas (1.033 estabelecimentos) estão dedicadas à produção de ovos comerciais (ou de consumo), dos quais foram produzidas no trimestre 794,5 milhões de dúzias.

Esses indicadores permitem concluir que as granjas integrantes do bloco produziram mensalmente - em média e aproximadamente - 256 mil dúzias de ovos de consumo, o equivalente a perto de 3,1 bilhões de unidades/mês.

Já as granjas dedicadas à produção de ovos destinados à incubação corresponderam a 45% do total de estabelecimentos participantes da pesquisa, mas proporcionaram menos de 20% do volume total de ovos produzidos no período.

Tal participação, correspondeu à produção de, aproximadamente, 196 milhões de dúzias de ovos férteis, com média de 77 mil dúzias/mês por estabelecimento produtor, o que correspondeu a (sempre aproximadamente) 924 milhões de ovos férteis mensais.

Considerados outros números divulgados pelo setor avícola, pode-se concluir que pelo menos 75% dessa produção atendeu a indústria do frango como pintos de corte.

Fonte: AviSite
Créditos da Imagem: AviSite

Voltar