Área Restrita
Notícias

Notícias

Trigo exportado em ritmo lento

09/10/2019

A exportação de trigo tem andado em ritmo lento em 2019. No ano passado, o Rio Grande do Sul embarcou 600 mil toneladas do cereal durante a safra. Neste ano, até o momento, é praticamente inexistente o fechamento de contratos no mercado futuro, conforme o presidente da Federação das Cooperativas Agropecuárias do Estado (Fecoagro/RS), Paulo Pires. O dirigente observa que o trigo ainda disponível está cotado a cerca de R$ 50 reais a saca de 60 quilos no mercado interno. “Não têm surgido contratos futuros com preços melhores que este”, compara, explicando que, diante disso, o produtor prefere aguardar.

Pires ressalva, porém, que a partir dos próximos dias, quando começa a se intensificar a colheita no Rio Grande do Sul, a cotação no mercado interno tende a cair com o aumento de oferta. “Vamos colher cerca de 2,2 milhões de toneladas neste ano. A pau e corda os moinhos irão comprar 1,1 milhão de toneladas. Vamos ter de encaminhar mais 1,1 milhão de toneladas para a exportação. Sendo assim, essa lentidão preocupa”, admite.

O coordenador da Câmara Setorial do Trigo na Secretaria da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Altair André Hommerding, também vê o mercado interno em compasso de espera. Segundo ele, os moinhos estão aguardando a colheita para conferir a qualidade do cereal gaúcho. “Em média, os moinhos consomem 1,5 milhão de toneladas no Estado, mas dependendo da qualidade esta média é maior ou menor”, lembra. Hommerding ressalta, porém, que a possibilidade de frustração na safra de trigo do Paraná – com perdas estimadas em até 18% – pode favorecer a comercialização do trigo gaúcho no desenrolar da colheita.

A Cooperativa Tritícola Mista Campo Novo (Cotricampo) espera que a qualidade do trigo gaúcho de 2019 seja a melhor dos últimos anos em razão do clima, que favoreceu a cultura. A Cotricampo tem moinho próprio, beneficiando cerca de 60% do trigo que recebe.

Fonte: Correio do Povo
Créditos da Imagem: Banco de Imagens ASGAV

Voltar